Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :
img

Carbonato de Lítio

Alguns nomes comerciais do Carbonato de Lítio:

Carbolitium®, Carbolim®, Carlit®, Litcar®

Classe: 

Estabilizador de humor

Principais indicações:

Tratamento agudo dos episódios maníacos no transtorno bipolar; tratamento crônico (de manutenção) em indivíduos com transtorno bipolar, diminuindo a frequência e intensidade das crises de “mania” e até mesmo da fase depressiva; tratamento da oscilação de humor associada aos transtornos bipolares.

Possíveis efeitos adversos:

Tremores em membros superiores e inferiores; aumento da sede; aumento do apetite; aumento de peso; aumento do volume e frequência urinária; incontinência urinária; alterações em hormônios da tireoide; náuseas e diarreia; acne; falta de ar; queda de pressão ao se levantar; tontura.

Cuidados:

Não utilizar na gestação e durante amamentação; evitar se doença cardíaca ou renal; não ficar sem alimentação com quantidade suficiente de sódio; ingerir pelo menos 1,5 litro de água ao dia.

Observações:

  • Não existe motivo para dosar lítio no sangue de pessoas que não tomam essa medicação, pois o valor sempre será zero.
  • Ninguém adoece por falta de lítio. Ele é usado quando há indicações, pois sua presença é útil no tratamento de alguns transtornos psicológicos e psiquiátricos.
  • É uma das principais medicações usadas para diminuir os pensamentos e impulsos suicidas.
  • Ao iniciar tratamento, começar em dose baixa e dosar seus níveis no sangue em até 1 semana. Se baixo (não fará efeito), aumentar a dose e dosar novamente após no máximo 1 semana; se alto (é muito tóxico ao sistema nervoso, principalmente), reduzir a dose e dosar novamente após no máximo 1 semana. Fazer várias dosagens até ter garantia que seu nível no sangue está estabilizado. Após essa certeza, repetir mensalmente ou a cada 2 meses.
  • Ao coletar sangue para análise de seus níveis (litemia), fazer a coleta 12 horas após a última dose tomada (pois esse é o tempo que os estudos clínicos usam como padrão para avaliar o nível adequado). Se tomar lítio poucas horas antes da dosagem, seus níveis serão mais alto que o real. Se dosar mais de 12 horas após tomar a medicação, dará a falsa impressão de estar baixo.
  • Idealmente deve-se realizar dosagem de TSH e T4 livre (função tireoidiana) antes de iniciar o tratamento e após algumas semanas ou meses novamente.
  • O lítio pode ser usado sozinho (monoterapia) ou associado a outras medicações adequadas ao tratamento da depressão bipolar.
  • Em algumas pessoas (raras), a resposta adequada ao tratamento pode levar até 2 anos (embora na maioria das vezes ele seja capaz de controlar crises de mania em 5 a 10 dias).

Autor: Dr Wésley de Sousa Câmara
Janeiro de 2018

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Linkedin
  • Pinterest
error: Content is protected !!